10.11.08

O que eu adoro mesmo é quando ele pede desculpa daquela maneira sincera e me envolve num abraço apertado.
Vê-lo afastar-se sem mais uma palavra é das coisas que mais me doi na face do planeta Terra. São passos que vão para longe, para longe de mim, ainda antes de tentar entender o verdadeiro problema, e vem quase sempre acompanhado daquele olhar que me faz sentir culpada. Mas a culpa não é minha! Pelo menos em parte.
E lá vai ele, de cabeça erguida, deixando-me para trás, com os dentes serrados e os olhos molhados. No tempo que se segue não consigo pensar em mais nada. Aqueles passos emergem na minha memória uma e outra vez e lá vai ele. E lá vou eu para a discussão.
- Desculpa!
- Desculpa...
O abraço dele é tão bom.







ponto final.
tags:
♥, às 19:46  +







tagspassadoperfil
merci beaucoup
x x x x