11.12.09

Às vezes não sei o que hei-de fazer da vida, vejo os dias sucederem-se num comboio estúpido e sem estações, conduzido por um maquinista louco que não faz a mínima ideia onde acaba a linha e o pior é que nem quer saber.

 

 

Margarida Rebelo Pinto

♥, às 17:47  +

merci beaucoup
x x x x