28.2.09
O que não entendo é a paixão por uma coisa tão estranha como o futebol. Não me interpretem mal. Eu gosto de ver um bom desafio e fico feliz quando o meu clube, de seu nome Benfica e cognome o Glorioso vence uma partida. Mas se por acaso ele perde, termino o bife que me espera no prato e não penso mais no assunto. Não perco o apetite nem a falta de sono, por isso fico esmagada quando vejo os adeptos a chorar, a gritar e a rasgar camisolas depois de uma derrota. E ainda mais entristecida fico quando sei que, depois de uma derrota, há muitas mulheres por esse mundo fora que pagam as favas por um frango azarado ou um remate que o Diabo desviou da baliza. Afinal o que tem o futebol de tão extraordinário que altere de forma tão profunda a vida das pessoas? Provavelmente nunca o saberei.












ponto final.
tags:
♥, às 01:18  +

De Marta a 28 de Fevereiro de 2009 às 16:41
Margarida Rebelo Pinto. Uma das minhas escritoras preferidas. :D Já devo ter lido tudo e mais alguma coisa dela.

merci beaucoup
x x x x