11.2.11

tu doeste em mim, mas agora já não te sinto. correcção: já não sinto, ponto.

 

 

♥, às 21:12  (2) +

28.12.10

eu sou um elefante. sim, um elefante. sou grande, gosto de viver em manadas, não sou domesticável, sou muito difícil de caçar e por vezes tenho um temperamento violento. mas o amor é um rato, muito sorrateiro, aparece onde menos se espera.

 

a verdade é que eu amo o amor, tenho é medo dele.

 

 

♥, às 14:01  (2) +

27.12.10

 

 

 

Às vezes sentimo-nos meio perdidos, mas na realidade somos apenas o resultado do que fomos e do que nos moldaram. Somos a sombra do que se desvaneceu para sempre. Mas somos a força para continuar.

 

 

♥, às 01:33  +








tagspassadoperfil
merci beaucoup
x x x x